Piercing na genitália – Será que dá pra se proteger na hora do sexo?

 

Esse tema é pouco abordado, mas atendemos as sugestões de pessoas que são fã do nosso canal para falar sobre esse tema.

Bom, que o piercing é super estiloso, até pode ser. Mas a gente tem que se ligar em algumas questões importantes:

. Local – é indispensável você procurar por locais seguros, que estejam de acordo com as normas da ANVISA e com o alvará da Vigilância Sanitária do seu município.

. Profissional – se esta pessoa possui cursos e está capacitada para aplicar a joia. Isso serve pra tattoo também. Procure referências de clientes anteriores ou pela internet.

. Material – todo material deve ser descartável.

. EPI – se a/o profissional usa seu Equipamento de Proteção Individual e faz a higienização correta do mesmo.

. Preço – muitas vezes vamos em busca de promoções ou de serviços mais baratos, mas pode acontecer de você acabar tendo um prejuízo bem maior caso você escolha um profissional que cobre barato e faça um péssimo serviço, comprometendo a sua saúde. Então, pesquise a média de preços e fique ligado se os descontos forem grandes demais (tudo depende da situação).

. Seu corpo – é muito importante que você saiba se tem alergia à joia, se desenvolve queloide (cicatriz volumosa) na pele, se tem diabetes (por conta da cicatrização), entre outras preocupações.

. Aplicação – uma dica: pesquise sobre o local que você deseja aplicar o piercing, para saber se é seguro, como é o processo de aplicação e de cicatrização.

. Genitália – quando pensar em colocar o piercing na sua genitália, é melhor procurar informações sobre como irá se proteger nas práticas sexuais, caso seja praticante. Você quer colocar uma joia bacana e estilosa, mas isso vai comprometer a sua saúde sexual na hora de colocar a camisinha? Como será essa prevenção? A joia pode rasgar o produto. Portanto, mesmo que você tenha um relacionamento fixo e de confiança, não fique descuidado.

—  Sempre procure processos seguros quando for fazer qualquer coisa com seu corpo —

Ainda não é possível encontrar preservativos que sejam totalmente resistentes ao piercing. Dá uma olhadinha sobre a Prevenção Combinada e veja a maneira que mais combina com a sua vida sexual.

Se você já tem piercing genital, conta pra gente as suas experiências. Nós também queremos aprender um pouco mais 😉